anuncie AQUI
OBRAS PÚBLICAS

Governo do Estado dá início às obras de revitalização do Memorial Magalhães Barata, em Belém

As obras irão contemplar o prédio de dois pavimentos, que se tornará uma Estação Cidadania com diversos serviços à população, e a Praça da Leitura

11/06/2024 14h48
Por: portal pebas news
Fonte: Secom Pará
Crédito: Pedro Guerreiro / Ag. Pará
Crédito: Pedro Guerreiro / Ag. Pará

O governador do Pará, Helder Barbalho, assinou na manhã desta terça-feira, 11, a ordem de serviço para o início das obras de requalificação do Memorial Magalhães Barata, popularmente conhecido como "Chapéu do Barata", monumento localizado no bairro de São Brás, foi construído para comemorar o centenário de nascimento do ex-governador do Pará Magalhães Barata.

As obras irão contemplar o prédio de dois pavimentos, que se tornará uma Estação Cidadania com diversos serviços à população, e a Praça da Leitura. Ao todo, serão 211,31 m² de área que receberão as obras.

"Será um ambiente de prestação de serviço à população, sejam àqueles que moram nesta região de Belém, sejam àqueles que desembarcam no terminal rodoviário ou nas estações do BRT da cidade. Com isso, nós podemos devolver e integrar essa região para o uso da população, tirando moradores em situação de rua e proporcionando a eles a atenção do sistema de assistência e proteção social, fazendo com que este espaço seja devolvido para a cidade de Belém", destacou o governador.

Historicamente, o memorial, uma edificação circular, retrata o próprio Magalhães Barata por meio de seu capacete, o qual ele utilizava por mais de 20 anos de governo, de 1930 a 1956. Os dois triângulos vermelhos representam o Estado do Pará e seu povo. Após a conclusão das obras, o local irá realizar a emissão de documentos como carteira de identidade, entre outros atendimentos da Polícia Civil e do Departamento de Trânsito do Estado (Detran). A administração da Estação Cidadania será da Secretaria de Planejamento e Administração (Seplad).

"Serão diversos serviços e órgãos do Governo do Estado, bem como de outras instituições municipais e federais, para oferecer um bom atendimento à população", acrescentou Helder Barbalho.

Durante a cerimônia de assinatura para início das obras, a vice-governadora, Hana Ghassan, destacou que esta é mais uma obra do Governo do Estado, que está preparando a capital para a 30ª Conferência das Nações Unidas sobre a Mudança do Clima (COP 30), que acontece em Belém, em novembro de 2025.

"Todas as obras em andamento no nosso estado já geraram cinco mil empregos diretos para a nossa população, além do benefício futuro com as obras prontas, que são importantes para embelezar nossa cidade e melhorar nossa capacidade turística".

Bruno Chagas, titular da Secretaria de Estado de Cultura (Secult), pasta que executa a obra, reforçou o impacto positivo da obra e o esforço da gestão estadual para requalificar o memorial. "O bairro de São Brás é a entrada do centro da capital de Belém. Este espaço estava abandonado há anos e foi entregue ao município com o projeto do BRT. Havia um projeto específico que incluiria este espaço, mas, infelizmente, não foi adiante", explicou.

"Desde o início da gestão, o governador Helder, preocupado com o espaço e com a presença do Estado aqui na região de São Brás, em frente ao principal terminal rodoviário do Estado. Foi ele quem instigou a Secretaria de Cultura a fazer uma avaliação em parceria com a Secretaria de Planejamento. Então, elaboramos o projeto para revitalizar o chapéu do Barata, o monumento de Magalhães Barata, para que ele receba esta Estação de Cidadania", acrescentou Bruno.

Jorge Xavier, diretor da Associação Paraense de Agências de Viagem, elogiou a iniciativa que segundo ele, chega em uma hora crucial. “Às vésperas da COP 30, não podemos deixar essas áreas abandonadas. Aqui, acolhemos todos os turistas que entram e saem de Belém devido ao nosso terminal rodoviário. Precisamos de algo que chame a atenção, que faça as pessoas se sentirem acolhidas e, principalmente, seguras. E essa obra trará isso”, disse.

A nova Estação Cidadania será constituída com 16 ambientes, como salas de atendimento, recepção, sala da Polícia Civil, entre outras áreas como banheiros, copa, arquivo e espaços administrativos. A previsão é de que o equipamento seja entregue à população até outubro deste ano. No final de maio, foram realizados os serviços de limpeza e higienização da área, instalação do tapume e montagem do canteiro de obra.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários